terça-feira, 4 de março de 2014

Blackout: A Casa dos Terrores

Você já ouviu falar em um espetáculo chamado Blackout? Provavelmente não.


Provavelmente você também não poderá ir, a menos que tenha muita sorte (ou azar). 

Este é um show muito difícil de participar, pois ele aparece esporadicamente em Nova York e Los Angeles e, diferente de outros espetáculos, este não distribui anúncios, propagandas ou similares. Eles não querem publicidade. Eles não querem ser conhecidos. Você precisa rastreá-los.

Os preços do ingresso variam entre $40 ou $45, mesmo que a performance dure em média 20 minutos apenas. Mesmo o valor sendo caro, os ingressos acabam rapidamente.


Então como descobrir onde e quando o espetáculo irá começar? "Os interessados recebem um e-mail com o local à meia noite, exatamente há um dia antes de acontecer." - conta Josh Randall, um dos criadores e idealizadores do Blackout.

Mas afinal, o que é Blackout?

Você já deve ter ido a uma dessas casas assombradas de parques de diversão. Blackout é uma delas.

Mas o que a faz tão especial? 

Blackout irá proporcionar aos participantes, não o terror comum visto nas outras casas, mas o medo real, em seu verdadeiro sentido. Eles o colocarão em um uma experiencia inesquecível.


Antes de participar, os visitantes (que precisa ter mais de 18 anos) devem assinar um contrato de responsabilidade. Eles também ficarão cientes de que sofrerão tortura psicológica e até física. Diferentemente de outras casas, que tem como regra jamais tocar nos participantes, nessa você será tocado.

Blackout, por outro lado, possui sim, suas regras, que são bem mais severas: você só entra se estiver sozinho e é obrigado a fazer o que os artistas dizem para você fazer, sem falar nada, ou sofrerá violência física antes de ser chutado pra fora do lugar. Há chances de você ser obrigado a ficar nu e a fazer coisas que não quer fazer. Tudo para que os participantes vivam um verdadeiro filme de terror.


Você não consegue inventar ou controlar a sua própria experiência, você não estará no controle de nada. Você não sabe pelo que vai passar em Blackout. Tudo será diferente a cada espetáculo.

Na casa, você poderá sofrer com a completa escuridão, a não ser pelas luzes estroboscópicas que o deixarão cego. Há lama, escadas, ruídos altos, caminhos que o obrigarão a se rastejar e - de acordo com algumas fontes - haverá um certo toque de violência sexual também.

Se o participante achar que o jogo é intenso demais, não se preocupe. Antes de começar, lhe é dito uma palavra de segurança. Essa palavra pode ser dita a qualquer momento do jogo, e assim que for pronunciada, tudo irá cessar, e o cliente será retirado do local imediatamente, mas sem direito a reembolso.

Ao ser peguntado quantas pessoas usam a palavra de segurança, Randall diz que 1 em cada 8 pessoas, em média.

Veja alguns vídeos:





Mais inforações, acesse o site www.blackouthh.com ou a página oficial do facebook do Black Hunted House.


Confesso de cabeça erguida que eu não teria cu.. você teria?

4 comentários:

  1. Fiquei com vontade de participar

    ResponderExcluir
  2. Se não fosse o fator violência sexual, acho que eu.participava.
    A única violência que.me afetaria seria essa '-' normalmente eu fico a fúria quando isso acontece

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que eu não participaria, mesmo se não tivesse esse pormenor.
      Tu viu no vídeo que o pessoal (eu acho) tava sendo obrigado a comer algo semelhante à esterco?

      Deusolivre HAHAHA!

      Excluir