quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Homem desenterrou 29 meninas e as transformou em bonecas


Em 2011, a polícia russa encontrou uma cena digna dos mais terríveis filmes de terror. Em sua casa, Anatoly Moskvin de 46 anos, mantinha cerca de 29 bonecas feitas de corpos humanos.

Desde 2010, uma série de túmulos foram violados e os corpos roubados. A polícia só descobriu o autor do crime um ano depois, quando encontraram uma das "bonecas" na garagem da casa de Anatoly. Ao entrarem na casa do homem, a cena deixou muitos dos agentes chocados.


Cerca de 29 corpos de meninas de idade entre 3 e 12 anos estavam espalhados pelos cômodos, em poses variadas e vestidos coloridos de festa. Ao ser questionado, Anatoly contou que roubava os corpos dos cemitérios, mumificava e depois fabricava as bonecas. Algumas das roupas festivas também eram fruto de roubo dos túmulos, enquanto outras, Anatoly mesmo que fazia.

Moskvin diz que cuidava das bonecas como se estivessem vivas, inclusive, dando festas de aniversário para elas, afim de cumprir uma obsessão morbida que adquiriu com 12 anos, quando, em um cortejo fúnebre, foi obrigado a beijar o rosto de uma menina de 11 anos morta. Logo depois disso, diz Anatoly, ele desenvolveu um interesse peculiar pelo ocultismo e pela morte.

Para reunir sua coleção macabra, Moskvin diz ter visitado cerca de 752 cemitérios, e chegou a abrir 150 sepulturas. De acordo com o maluco, ele até chegou a passar a noite em caixões que ele mesmo abria. Ele também diz que chegou a ser interrogado pela polícia várias vezes, mas que sempre deixavam-no ir. Sua obsessão era tanta, que chegou a publicar um artigo na internet, falando e ensinando a técnica que usava para mumificar os corpos.

Estranhamente, Moskvin é um historiador bastante respeitado no meio, e de acordo com informações, tem a impressionante capacidade de falar 13 idiomas diferentes, sendo descrito como "gênio" por muitos. Os vizinhos naturalmente ficaram chocado com os achados no apartamento de Moskvin, mas não há nenhuma dúvida quanto ao autor dos crimes. A polícia também encontrou um vídeo feito e narrado pelo próprio Anatoly, que confessa que as bonecas eram "Feitas de restos humanos mumificados".

AVISO: AS IMAGENS EXPOSTAS NO VÍDEO ABAIXO 
PODEM SER CHOCANTES. CHOROU, PERDEU..


Anatoly Moskvin tem estado sob cuidados psiquiátricos desde sua prisão em 2011, e depois de 3 anos em uma ala psiquiátrica, um juiz decidiu essa semana que ele não tem condições de ser julgado, declarando-o mentalmente incapaz. O Ministério Publico concordou com a declaração do juiz, e o  porta-voz declarou: "Depois de três anos de incessante monitoramento por parte da clínica psiquiátrica, é absolutamente claro que Moskvin não está mentalmente apto para o julgamento. Ele vai, portanto, ser mantida para tratamento psiquiátrico na clínica."

As bonecas, como dito mais acima, eram vestidas com roupas de festa coloridas. Anatoly teve o cuidado de adorná-las, colocando meias e lenços. Algumas tinha os rostos e mãos cobertas com pano, enquanto outras usavam máscaras. Uma delas estava vestida como urso de pelúcia.

Sua obsessão perturbadora foi descoberta por seus pais, que o visitaram após retornar de um período de férias. Eles acionaram a polícia, que descobriu o cenário perturbados. Moskvin permanecerá preso sob cuidados psiquiátricos por tempo indeterminado.

9 comentários:

  1. Droga eu estou vendo pêlo cel e não da para ver o vídeo!
    Alguém ai descreva as bonecas pra mim plz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parecem bonecas de pano normais, algumas tem máscaras no rosto, máscaras beeeem estranhas, e outras estão com um tipo de véu.

      Excluir
  2. Hmmmm esse Moskvin me deu uma boa ideia.........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou cogitando a possibilidade de ligar pra PF e falar de ti.. HAHA!

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkk quando eles me acharem já será muito tarde..... muhahahahahaaaaaaa

      Excluir
  3. Respostas
    1. Acho que "russo" e "louco" na mesma frase pode ser considerado pleonasmo HAHA!

      Excluir