sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Creepypasta - Barbie.avi


Olá. Essa coisa que me aconteceu há alguns meses atrás, eu só preciso compartilhar com alguém.

Tudo começou na festa do meu amigo. Ele é um artista que alugou um loft na parte industrial da cidade. Se você puder imaginar como um lugar como Detroit parecia no Século 1920, você pode imaginar como era aquela área. Um bando de velhas fábricas da virada do século amontoadas em dez blocos. A maioria delas estava abandonada. Então, eu bebi um pouco demais naquela noite e decidi apagar em um sofá no loft. Eu acordei por volta das 4 horas da manhã, o sol ainda não havia saído, mas você ainda pode fazer as coisas na penumbra azul. Eu fui ao banheiro cuidadosamente em torno , desviando das pessoas que estavam desmaiadas no chão. Eu estava dando uma mijada quando decidi ficar na ponta dos pés para olhar pela janela do banheiro e vi o panorama daquele deserto urbano decadente. Eu me lembrei o quanto eu gostava de lugares como este, estava tão escuro e sem vida, e estranhamente sereno. Então voltei para o sofá e tentei adormecer.


Depois de 45 minutos olhando para o teto eu decidi que não queria ficar lá por mais tempo, eu engoli meu orgulho e decidi acordar minha namorada para implorar-lhe para que viesse me buscar no carro dela, uma vez que andar pelas ruas vazias naquele momento não era uma opção muito boa.

Como ela é uma namorada incrível, ela foi muito legal comigo, e me disse que estaria lá em cerca de meia hora e que me ligaria quando estivesse no térreo, para eu descer. A bateria do meu celular acabou dez minutos depois que eu decidi que iria sentar perto da janela e esperar por seu carro. Eu sentei lá por um tempo e meus olhos começaram a ficar pesados e comecei a cochilar.

Um ruído de algo batendo me acordou. Não era alto, foi apenas o suficiente pra me acordar, Olhei pela janela e dei uma olhada pela área, mas eu não vi ninguém. Do outro lado da rua havia um sótão perto de uma montanha de sacos de lixo e perto de uma dessas lixeiras enormes eu vejo um computador e um monitor esmagado contra o chão que não estavam ali antes.

Quando a minha namorada chegou, eu desci e cumprimentei-a e quando eu estava prestes a entrar no carro me lembrei que um amigo meu tinha queimado seu computador, o que me convenceu a caminhar até o lixo e ver o que eu poderia salvar daquele jogado ali. O monitor era inútil, mas o gabinete parece não ter sofrido quase nenhum dano. Coloquei-o no porta-malas e partimos.

Uma semana tinha se passado e eu tinha esquecido completamente o gabinete até que um dia minha namorada me chama e pergunta se eu ainda quero aquilo que estava no porta-malas. Naquela noite, eu trouxe o gabinete para casa e, antes de levar, decidi ligá-lo ao meu monitor para ver se ele ainda funcionava mesmo, e para minha surpresa ele funcionou.

Abriu um Windows XP SO e parecia que tinha sido limpo recentemente. Acho que por curiosidade mórbida, realmente, eu decidi fazer buscas por palavras como "porn" "tits" "pussy" (Sou um tarado).

Na busca não surgiu nada. Pesquisados para arquivos de imagem, nada.

Então eu procurei por filmes e um arquivo apareceu. Era um avi. Dentro de uma pasta chamada "Barbie" oculto no diretório WINDOWS/System32. Então eu o abri...

Agora, esta é a parte onde tudo ficou muito perturbador.

O filme tinha mais ou menos uma hora de duração de algo como um arquivo de filme caseiro. A filmagem era de uma mulher sentada em uma cadeira conversando. Decidi assistir o vídeo pra ver do que se tratava, mas o que ela estava falando era inaudível e depois de 15 segundos de vídeo o áudio é somente estática. Estou intrigado agora... eu estou realmente começando a prestar atenção ao seu rosto e linguagem corporal. Parece que ela está sendo colocada para responder algumas questões, porque às vezes ela pára para ouvir, e depois continua falando. Depois de certo tempo de filmagem, o rosto começa a ficar vermelho e contorcer, como se as perguntas estivessem incomodando... Mas ela continua a respondê-las de qualquer maneira. Pouco depois ela começa a chorar. Ela soluça histericamente durante o resto da duração do filme. Uma das poucas palavras que eu podia entender por leitura labial foi ''skin'' (pele). Ela repete a palavra várias vezes durante as filmagens e em um ponto ela ainda puxa a pele do seu braço e bocas. Ela parece estar infeliz com sua pele. Nesse ponto ela já não fala mais apenas chora e então tudo fica preto.
Tem muito mais que preciso tirar do meu peito e contar para vocês, mas está ficando tarde e eu não consigo continuar, amanhã eu continuo contando. Deus salve minha alma.


Não consegui dormir, devo continuar.

Eu importei o vídeo para tentar isolar o áudio e ver se eu conseguia algo mais, isolei o áudio e tentei mexer nos equalizadores, mas mesmo assim continuava impossível, eu tentei muito mas não consegui nada, eu percebi que ela não se mexia ou levantava, assisti o vídeo muitas vezes essa noite procurando algo que pudesse me dar mais pistas, eu estava muito insatisfeito, eu queria mais.

Foi quando notei que havia mais 10 minutos de filmagem. Esses dois minuto estão muito tremidos e quase impossível de se assistir, o meu palpite é que enquanto levavam a câmera para algum lugar ela foi esquecida ligada porque só dava pra ver um par de pernas caminhando por um trilho de trem por 6 minutos, então entrando em uma floresta. Foi quando meu coração disparou porque eu lembrei que tem um trilho de trem algumas milhas daqui que parecia muito similar com essa do filme. Eu TINHA que ir checar o lugar.

Em um sábado pela manhã, peguei minha lanterna, minha faca e minha câmera e fui até os trilhos de trem, estacionei meu carro e fui andando pelos trilhos até que entrei em uma floresta e continuei caminhando por duas horas prestando atenção, e parando para ouvir sons ou algo do tipo.

Encontrei uma trilha de árvores e fui seguindo até avistar uma clareira com uma casa que parecia estar sendo consumida pela vegetação selvagem do lugar. Demorou um tempo até eu tomar coragem e entrar na casa, eu não queria que me vissem ou até mesmo caminhar em campo aberto, mas finalmente tomei a decisão de entrar na casa.

A porta estava meio aberta e eu empurrei a porta com a minha lanterna e me senti bem ao ver que o interior da casa estava muito bem iluminado. Não havia móveis, o chão estava cheio de tijolos e algumas paredes estavam com buracos enormes, nada de anormal para uma casa velha. Tirei algumas fotos. Até eu perceber que havia uma porta que me pareceu ser do porão. Diferente de todo o resto da casa, a porta era nova, e estava trancada. Além disso quando eu subi ao segundo andar da casa encontrei algumas cadeiras e uma mesa meio coberta que pareciam novas demais para estarem ali. Eu vi claramente um saco plástico molhado dentro da banheira, como se alguém tivesse lavado aquilo.

Foi quando ouvi um gemido muito alto vindo do porão, então pulei pela janela do segundo andar e voltei pelo caminho de onde eu vim. Quando estava voltando, eu percebi que o gemido na verdade era um barulho vindo dos canos de água da casa e me senti mais tranquilo. Foi quando esse pequeno momento de alívio deu espaço ao terror que senti ao me perguntar porque a água estaria ligada em uma casa abandonada no meio da maldita floresta..

Faz um pouco mais de dois meses desde que isso aconteceu e eu não voltei lá e nem penso em voltar.

4 comentários:

  1. E é por isso e outros motivos que eu tenho medo de qualquer arquivo .avi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Principalmente o tamanho, que costuma ser exorbitante.

      Excluir
  2. Adoro essa creepy ♡ misteriosa e bem sinistra!! Dá um show na grande maioria, e n precisa de muito pra ser assustadora ;)

    ResponderExcluir