quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Polícia invade casa de chefe de seita macabra nos EUA

Pazuza Algarad de 35 anos, é um assassino macabro que chefiava um culto bizarro no estado americano da Carolina do Norte. Ele era casado e morava com a mãe, que também participava do culto. A polícia local divulgou imagens chocantes do lugar onde eles moravam.


Quando a polícia entrou, a casa de Pazuza estava cheia de lixo, símbolos riscados na parede. Lá a polícia descobriu dois cadáveres de pessoas que Pazuza assassinou. Ele morava com a mãe e a esposa, Cynthia Lawson, de 24 anos.


Segundo o depoimento de um amigo de Pazuza, ele matou as duas vítimas, comeu partes do corpo e depois queimou os restos em uma fogueira. Ainda segundo esse depoimento, rotineiramente Pazuza e seus seguidores realizavam rituais de sacrifício de animais.


Se forem condenados pelos assassinatos dos corpos encontrados, Pazuza e sua mulher podem pegar prisão perpétua sem qualquer possibilidade de liberdade condicional.

Os policiais levarão semanas para decifrar todos os símbolos das paredes. O lixo e o fedor estavam por toda a propriedade.Vários dos objetos do culto foram apreendidos, e serão investigados.

8 comentários:

  1. Que queu to lendo às 3 da matina…

    Eu devo gostar mesmo desse bróg pra fazer isso, pq né…

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo brother, geralmente eu faço o mesmo kkkkkk

      Excluir
    2. Plotzlicher, sua limda <3

      Nikolas, seu limdo <3

      HAHA!

      Excluir
    3. kkkkkkkkkkk uai, posso fazer nada se aqui tem conteúdos interessantes

      Excluir
    4. Verdade cara, terror é tudo de bom

      Excluir