domingo, 5 de abril de 2015

7 Sinais de atividades Poltergeist


Determinar ou diferenciar uma atividade poltergeist de uma atividade fantasma comum pode ser uma tarefa difícil. Enquanto fantasmas podem ser considerados como resultado de energia espiritual, a atividade poltergeist - também conhecida como "psicocinese espontânea recorrente" - é o resultado da energia psíquica gerada (geralmente inconscientemente) por uma pessoa, conhecido como 'agente'.


Mas como saber quando é e quando haverá uma atividade poltergeist em sua casa? Na maioria das vezes, você saberá pelo simples fato de que as ocorrências são fora do comum e bastante óbvias: sons, movimentos e odores de origem desconhecida fazem parte dos sintomas de uma casa que sofre com um caso de poltergeists.

Abaixo, leia 7 dos sinais mais comuns de atividades poltergeists, mas que fique claro que nem sempre esses sinais indicam uma atividade poltergeist. Por exemplo, uma luz piscando, pode ser indício de problemas com os fios elétricos ou mal cheiro pode vir de algum alimento estradado dentro dos armários. Deve-se sempre pensar nos motivos óbvios antes de partir para o princípio de que há algum fenômeno paranormal acontecendo.

1. OBJETOS DESAPARECENDO


Imagine a cena: você entra em casa e guarda seu celular, carteira ou chave em um lugar que você esteja acostumado a colocar. Depois de alguns minutos, você ai em busca desse objeto e ele simplesmente desapareceu. Mais tarde - às vezes horas, dias ou mais - o objeto misteriosamente reaparece justamente onde você colocara. Ou pior: dessa vez em um local onde você jamais colocaria, como no alto de uma estante, numa caixa de sapatos ou dentro do guarda-roupas.

2. OBJETOS LEVITANDO OU CAINDO SOZINHOS


Outra cena à ser imaginada: você está de boa, assistindo TV na sala, totalmente absorto no filme, quando de repente a bacia de pipoca simplesmente flutua por alguns metros e, em seguida, se estatela no chão. Ou você começa a discutir com a sua filha adolescente, e quando ela sai da sala, livros e porta-retratos são arremessados da estante, como que reagindo à movimentos de raiva.

Parece loucura, mas uma atividade poltergeist pode mover desde pequenos objetos como caixinhas de TICTAC de uma mesinha de centro até geladeiras pesadas.

3. CHEIROS DE ORIGEM DESCONHECIDA


Ninguém da sua casa fuma. No entanto, o distinto cheiro de cigarro ou charuto pode ser sentido em vários lugares da casa, como na cozinha ou no banheiro. Ou ainda um cheiro forte e insuportável de lilás inundando o quarto. Embora, vale ressaltar, qualquer cheiro pode entrar em sua casa à partir do lado exterior, mesmo de um carro passando, esses odores de origem desconhecida podem ser associados não só à atividades poltergeist, como também à qualquer outro fenômeno paranormal, como espíritos e energias residuais.

4. INTERFERÊNCIAS ELÉTRICAS


Luzes piscando, TVs e rádios ligando e desligando.. essas interferências elétricas são fortes indícios de que uma atividade poltergeist está acontecendo em sua casa, sobretudo na presença de pré-adolescentes na fase pré-púbere ou no início da puberdade de mau humor.

5. OBJETOS QUE COMEÇA A FUNCIONAR DO NADA


Sabe aquele relógio cucco que há décadas não funciona, mas mesmo assim você mantém por ser herança de família? Imagine ele simplesmente voltando a funcionar, com direito ao abrir e fechar de portas do pequeno pássaro de madeira. Ou imagine ainda aquele trenzinho que seus filhos ou irmãos pequenos deixaram no chão do quarto, simplesmente começando a apitar histericamente. Você acha estranho, mas o desliga e o coloca de volta no chão. Poucos minutos depois, o trenzinho recomeça com seus PIUIII ensandecidos. Já puto da cara, querendo jogar o brinquedo pela janela, você abre o compartimento das baterias e... não há pilha.

6. BATIDAS, PANCADAS, PASSOS E OUTROS SONS


Você está ocupado estudando para uma prova escolar ou adiantando o serviço, mas acha difícil se concentrar quando algum familiar inconveniente está batendo na parede em outra sala. Você sai para investigar o que caralhos esse filho de 23 putas está fazendo e se vê sozinho dentro de casa. Então de onde as batidas vinham? Ou a família toda está reunida na mesa da cozinha, concentrados demais em jogar Banco Imobiliário. De repente, toda a conversa é interrompida quando a atenção de todos é atraída por um som de passos subindo as escadas. Seu pai vai investigar, mas não há ninguém lá.

7. ATAQUES FÍSICOS


Ana vive em uma casa conturbada, onde seus pais vivem brigando. A constante gritaria dos pais a deixa louca. Ela senta-se no chão, no canto de seu quarto e começa a chorar baixinho, com o rosto entre as mãos. Uma dor física súbita nas costos a faz enxugar as lágrimas. Quando ela verifica as costas no espelho, encontra mascas frescas de arranhões. Esses casos de ataques físicos (tapas, arranhões e objetos sendo atirados contra as pessoas) tem sido documentados em vários casos poltergeist, embora seja uma ocorrência raras.


COMO RECONHECER UMA ATIVIDADE POLTERGEIST

Embora os sinais descritos acima sejam recorrentes em casos de poltergeist, é sempre bom ressaltar que nem sempre o poltergeist é a causa real para elas. O ideal seria contratar um investigador paranormal experiente ou um parapsicológico que pode ser capaz de ajudá-lo a determinar se o que está acontecendo em sua casa é uma atividade poltergeist ou uma assombração.

Em caso positivo, o investigador deverá procurar o 'agente', visto que atividades poltergeists são causadas por efeito psíquico, que podem gerados por crises emocionais, estresses físicos, psicológicos ou até mesmo por questões hormonais. A maioria dos casos de atividade poltergeist são de curta duração, não passando de alguns dias ou semanas. É raro que se estendem por meses ou mais. Na maioria das vezes eles simplesmente desaparece por conta própria.

2 comentários: