quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

França - país das lendas e assombrações

A Europa é berço de lendas e de relatos de assombrações. Não é por menos, já que países como a França, além de boa parte dos países que compõe a região oriental da Europa foram palco de grande parte dos momentos mais trágicos de toda a história mundial.

Hoje, iremos conhecer algumas dessas lendas e relatos de locais assombrados da França.


As Catacumbas de Paris


Conforme a cidade de Paris crescia há séculos atrás, tornou-se mais do que apenas necessário a busca por mais espaço para seus habitantes. Para isso, os engenheiros e planejadores decidiram "realocar" a parte da população menos propensa a protestar contra: os mortos. Centenas de cemitérios foram fechados, milhões de mortos foram discretamente desenterrados e seus restos mortais foram depositados ao longo das paredes das frias das passagens úmidas dos túneis localizados abaixo da cidade luz, ironicamente, fadados a permanecer eternamente na escuridão do submundo.



Além dos já existentes corpos, as catacumbas foram responsáveis por várias mortes e desaparecimentos. Muitas pessoas, ao se aventurarem pelo labirinto existente debaixo de Paris acabam se perdendo. O vídeo acima mostra uma gravação encontrada em um câmera, perdida nos corredores das catacumbas. Não se sabe o que aconteceu com o homem responsável pelo registro.


Como reflexo da profanação de incontáveis túmulos, os corredores que compõe o labirinto das catacumbas de Paris parecem sofrer com uma grande quantidade de assombrações. Há relatos que vão desde sentimentos de angustia, luzes de procedência desconhecida e orbs flutuando pelas câmaras até névoas e sombras percorrendo os longos corredores e se movendo por entre as pilhas de ossos. Há FVEs e sons assustadores gravados no local.


A Capela de Châtelard


Entre Jujurieux e Saint-Paul-de-Varax, fica a aldeia de Chatelard, assombrada pelo fantasma de Lucy Bréhéville, assassina de seu pai na época das guerras entre Bugey e Suíça. Diz-se que seu fantasma pode ser visto durante a noite, enquanto desce até a fonte Oiza para lavar as roupas ensanguentadas.


O Cemitério Père Lachaise


E falando em cemitérios, este possui cerca de 200 anos de fenômenos paranormais e hoje conta com um acervo de mais de 300k de restos mortais. É considerado o maior cemitério da cidade de Paris e também é conhecido pelos "frequentadores" ilustres, como Oscar Wild e Jim Morrison.

Suposto fantasma de Jim Morrison.

É dito que o fantasma de Jim Morrison, vocalista da banda The Doors foi muitas vezes presenciado e fotografado perambulando próximo ao seu mausoléu. Multidões próximas ao túmulo do cantor, além de pichações e vandalismo ocasional tem causado tensões com as famílias de outros "moradores" do cemitério. Muitos muros do cemitério foram pichados com setas que pretendem indicar a direção a ser seguida por Jim Morrison. Acontece que muitas dessas pichações foram parcialmente apagadas e re-pichadas, no que resulta em setas que apontam para duas direções.

A Torre Eiffel


Nem o mais célebre dos pontos turísticos da França e um dos monumentos mais reconhecidos no mundo fugiu de ser assombrado. Aliás, a Torre Eiffel é considerada um dos locais mais assombrados do mundo. Isso porque a estrutura de ferro procurada por casais apaixonados é, ironicamente, também procurado por pessoas em busca de um ponto final em suas vidas, tendo até hoje, uma contagem de suicídios acima dos 400.

A Torre Eiffle é considerada um dos dez destinos mais populares para suicídios. E por causa desta triste estatística, muitos dizem que essa é a razão pela qual muitos investigadores paranormais acabam se interessando pelo lugar.


O primeiro suicídio conhecido foi o de um homem que se enforcou em uma das vigas. Nos anos 90, de acordo com a Police Préfecture, foram quase 370 tentativas de suicídio, dos quais dois sobreviveram à queda do primeiro andar (cerca de 57 metros). Um deles foi soprado pelos ventos até uma das vigas. A segunda, uma jovem, teve a queda "amortecida depois de cair sobre um carro. O segundo caso terminou melhor que o esperado, já que a "suicida" se casou com o proprietário do carro. Ah, a romântica Torre Eiffel..

O Palácio de Versalhes


O Chateau of Versailles ou simplesmente Palácio de Versalhes é um grande e luxuoso castelo, onde até hoje, emanam-se os ecos de mais de cem anos do poder, do glamour e da monarquia absoluta francesa. Foi morada de reis, rainhas e o alto clero, e foi palco de intrigas, guerras e assassinatos.


Muitas fotos e FVEs já foram registrados, e muitas situações estranhas já aconteceram em todas as partes do Palácio de Versalhes. Visitantes frequentemente relatam ter sentimentos fortes de temor ou como se alguém estivesse pressionando-os.

A Tumba de Nostradamus


A lápide, escrita em latim por sua esposa, diz o seguinte: "Aqui jazem os ossos do ilustre Michel de Nostredame, sozinho de todos os mortais julgados dignos de registrar eventos de todo o mundo, com sua caneta quase divina, sob a influência das estrelas. Ele viveu 62 anos, 6 meses e 17 dias. morreu em Salon no ano de 1566. não deixe A prosperidade perturbar seu descanso. Anne Pons Gemelle deseja a seu marido a verdadeira felicidade ".

Muitos que visitam o túmulo de Michel de Nostredame em Salon-de-Provence, Bouches-du-Rhône, França disseram sentir inúmeras vezes, grandes energias e emoções fortes quando estão de pé diante dele. Outros asseguram que viram o velho fantasma do alquimista de pé, assistindo as homenagens feitas pelos visitantes de seu túmulo.

4 comentários:

  1. Caro fantasma de Jim Morrison, se você de fato existir, cante Riders on the storm para alguma camera da próxima vez em que aparecer.

    ResponderExcluir
  2. Metzger, essas catacumbas que você citou primeiramente, agora estão bem conhecidas, graças ao maravilhoso "Assim na terra como no inferno". Mas faltou o dito vídeo do segundo parágrafo...

    No mais, bom post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Assim na Terra Como no Inferno eu ainda não assisti, mas agora tu me deixou curiosa.

      Quanto ao vídeo, acho que eu apaguei sem querer quando eu fui por a expansão do post mas já recoloquei, perdão pelo vacilo e valeu por me avisar 3:

      Excluir