sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Quarta do Terror - Teke Teke


Ficha Técnica:
Direção: Koji Shiraishi
Ano: 2009
País: Japão
Duração: 70 Minutos
Título Original: Teke Teke


Sinopse:
Kana é uma estudante que vê sua vida mudar depois que sua melhor amiga é encontrada morta, cortada ao meio. Logo, Kane ouve falar de Teke Teke, uma lenda urbana asiática, que fala sobre uma mulher sem pernas que foi desmembrada perto da estação de trem. A lenda conta que quem quer que a veja, é morta em 3 dias. Em uma corrida contra o tempo, Kana deve buscar a verdade, afim de escapar do mesmo destino terrível de sua melhor amiga.


Elenco:
A metade de cima de um monte de gente e a metade de baixo de um monte de gente.

Crítica:
A história de Teke Teke é conhecida como uma lenda urbana japonesa. No conto, um rapaz viu uma jovem olhando para ele do parapeito de uma janela. Seus braços estavam apoiados na janela de uma escola para meninos, e curioso, o rapaz perguntou o que a jovem fazia naquele local. Assim que ele a questionou, ela, percebendo que ele também a olhava, retribuiu o olhar com um sorriso, antes de saltar da janela, mostrando seu corpo mutilado. A tal garota não tinha a parte inferior do corpo. Assustado, o rapaz ficou imóvel, enquanto a garota se aproximava dele. Ela se locomovia com as mãos, que faziam o trabalho dos pés, e seus ossos emitiam um estranho som de "teke teke". Ele tentou correr, mas o medo havia congelado o jovem. Teke Teke então, saltou de maneira indescritível e o cortou ao meio, com uma foice. A história conta ainda que ela era uma jovem que foi morta e desmembrada quando foi atingida por um trem, o que explica o porquê ela atacaria pessoas próximas à estações de trem e metrô.

Pela fama dessa lenda urbana asiática, Teke Teke tornou-se personagem de filmes e até de um episódio do mangá Hanako to Guuwa no Tera.

Dito isso, vamos à crítica do filme:


Como todos sabem, os asiáticos tem uma grande habilidade em manejar filmes de terror, quer seja pelo toque sombrio dos personagens, quer seja pela competência em criar estórias assustadoras e curiosas.

Teke Teke, porém, traz uma receita muito comum em filmes ocidentais, onde uma pessoa, perseguida por uma maldição/entidade maligna/serial killer passa a conduzir uma investigação, geralmente auxiliado por outra pessoa, para encontrar uma saída para a sua morte iminente. Eles baseiam suas investigações em outros assassinatos, procuram pistas em bibliotecas, encontram especialistas e por fim, o personagem principal consegue salvar sua vida por um triz (ou não).

 Teke Teke não fica longe de ser um filme "nível asiático de qualidade", mas é um pouco tedioso nos primeiros 30 minutos de filme, e quando finalmente o ápice chega, não é tão bom como o esperado. A história de Teke Teke antes de morrer também não foi bem contada, o que dificulta o entendimento do filme.


Resumindo, é um filme bom, mas meio chatinho. Até vale a pena ver.

Nota:

Assista:
Clique AQUI e em Assistir. Escolha a opção DropVideo, feche as propagandas e assista. A legenda não é das melhores mas dá pra entender.

Bom filme!

2 comentários:

  1. Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke Teke.....imagino uma corrida dessa guria contra o Bolt kkkkkkkk

    ResponderExcluir