quarta-feira, 11 de junho de 2014

SCP Foundation - SCP-346

Item#: SCP-346

Classe de Objeto: Seguro

Procedimentos de contenção especiais: SCP-346 deve ser mantido em uma gaiola comprada, com pelo
SCP-346, apelidado de "Pterry",
na palma da mão do Dr Rights.
menos 1m de altura e 1,5 m de largura de qualquer maneira. Não são necessários bloqueios ou medidas de segurança adicionais, já que o SCP-346 não é nem mais forte nem mais esperto do que um periquito média. A gaiola do SCP-346 deve conter pelo menos dois pratos de água, que devem ser reabastecidos diariamente. Ele deve ser alimentado com uma dieta de 5-6 grilos vivos médios diários. A gaiola do SCP-346 também deve conter um galho de árvore para empoleirar-se, coçar-se e escalar, um ninho de topo aberto (comprado em uma loja de animais comercial) forrado com musgo, e uma corda com sinos de cores vivas sobre ele para entretenimento.

A parte inferior da gaiola do SCP-346 é coberto com sabugo de milho, roupas de cama e deve ser biodegradável para ser limpo e substituído a cada duas semanas. Durante a limpeza, SCP-346 é autorizado a voar em torno de um quarto com a porta fechada, ou colocado em um saco de papel com um livro sobre a boca do saco, a ser colocado fora do caminho.

A gaiola do SCP-346 está localizada no escritório do Dr. Rights, e não pode ser movida sem sua permissão. Apesar do hábito que o SCP-346 tem de mordiscar dedos e puxar fios de cabelo, ele não representa qualquer perigo de fuga e pode ser recapturado, suavemente, ou com uma rede ou com a mão.

Descrição: SCP-346 é um pequeno membro de uma família não identificada de pterodáctilo, répteis voadores. SCP-346 tem, aproximadamente, o tamanho de um pequeno bastão, e tem uma estrutura óssea muito leve. Embora a sua cabeça, asas e pernas sejam nuas, seu corpo principal é coberto com um revestimento macio da pele de cor escura. A origem do SCP-346 é desconhecida, e foi comprado pelo agente █ █ █ █ █ █ █ █ █ █ em uma pequena loja de animais no Brasil, sendo comercializado sob o nome de "Kongo-mato". [N/T: Liguem para o IBAMA.]

O dono da loja de animais afirma não saber de onde SCP-346 veio, tendo comprado um conjunto de ovos no mercado negro (dos quais apenas um, SCP-346, chocou) acreditando que eles sejam de uma espécie rara de papagaio. Algumas teorias sugerem que pode haver uma grande colônia de criaturas semelhantes aos SCP-346 em algum lugar na América do Sul.

Testes revelaram que SCP-346 é um adulto, mas parece ter tido seu crescimento um pouco atrofiada por desnutrição e por estar sendo criado em uma pequena gaiola apertada. SCP-346 também é um macho, e foi apelidado pela equipe que acha aparência da pequena criatura encantadora como "Pterry".

SCP-346 se comporta de forma semelhante às aves e morcegos, sendo mais ativo ao amanhecer e entardecer. Ele voa energicamente em qualquer espaço que é dado, abocanhando insetos tanto em pleno voo quanto no chão ou nos galhos. SCP-346 silva e grita de uma maneira similar à pássaros e roedores, e é vocaliza com mais frequência durante as horas da noite. Alguns descrevem isso como cativante, outros, como chato.

Adendo: Foi sugerido uma investigação mais aprofundada sobre as origens do SCP-346, na esperança de encontrar uma grande colônia de criaturas semelhantes, talvez indicativos de um membro sobrevivente da linhagem dos pterodáctilos, ou um rasgo no espaço e no tempo.

SCP-346 deve ser mantido bem longe do SCP-529, como por o pedido do Dr. Rights.

2 comentários:

  1. Imagina essa fofura piando esganiçadamente, te acordando no meio da noite HAHA!

    ResponderExcluir